Natural de Belo Horizonte, Ana decidiu, depois dos 50 anos, que se dedicaria ao mundo da música e das rodas de samba. Sendo assim, agora cantora, ela mergulhou de cabeça em sua carreira até conseguir ser convidada para cantar em um festival. Para estrear em grande estilo nesta apresentação, Ana compôs uma música que descreve sua trajetória e seu amor pelo samba.

Venha conferir a história da Ana, que é categórica em dizer que nunca é tarde para se dedicar àquilo que ama.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *