A oficina “O nosso era uma vez: contando as nossas melhores histórias” é ministrada por Alessandra Vissentin. Com o objetivo é incentivar momentos de lazer, cultura e resgate das memórias e experiências, a psicóloga conduz os participantes ao mundo da fantasia e mostra que as histórias podem e devem ser compartilhadas. Nesse contexto, também procura desenvolver habilidades e técnicas próprias da contação de histórias, promover o bom humor e reduzir a ansiedade.

E como contar histórias é uma arte milenar ligada às memórias, tradições e sabedorias, a oficina incentiva o público sessenta mais a reviver e contar suas próprias histórias de vida. Assim, é construído um espaço que favorece a troca de experiências, que assegura a transmissão de valores e que fortalece o protagonismo da maturidade.

No primeiro vídeo, Alessandra fala sobre a arte de contar histórias e propõe um breve passeio histórico pela contação de histórias no mundo e apresenta o contador de histórias um grande leitor. No segundo, que tem o contador de histórias como tema, aborda os requisitos para se contar bem uma história e trabalha a expressão oral, corporal e a performance. Já no terceiro fala sobre a história, de modo que abrange os processos de escolha, emoção, interiorização e memorização da história, além do repertório e os diversos lugares para se contar histórias.

Alessandra Visentin é psicóloga graduada pela Universidade Federal de Juiz de Fora e pós-graduanda em “Narração artística: caminhos para a contação de histórias em contexto urbano” pela “A Casa Tombada” – polo da FACOM – SP. É atriz profissional com registro no SATED e narradora oral. Com mais de 25 anos de carreira artística, iniciou suas atividades teatrais em 1993, participou de diversas montagens de peças teatrais e de festivais de teatro de grande importância no cenário artístico. Trabalha profissionalmente como contadora de histórias desde 2011, quando participou do curso de formação promovido pelo Instituto Cultural Aletria. Em sua carreira, já participou de diversas oficinas e workshops com profissionais de renome nacional e internacional. Desenvolve espetáculos de contação de histórias e ministra oficinas sobre a Arte de Contar Histórias/Narração artística, para públicos de todas as faixas etárias e é contadora de histórias da Rede Chromos de Ensino – unidade Lagoa Santa, participando de atividades literárias, contação de histórias, palestras para pais, oficinas para professores e alunos.

1 Comentário

    Oi, Alessandra, que ótimo! Assino embaixo, disse tudo, Saudade da época do Festival de Jeceaba.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *